Equipe interna ou terceirizada: o que vale mais a pena?

 Em Terceirização

Ao gerenciar um negócio ou mesmo um setor organizacional, um dos pontos mais importantes – e desafiadores – em um cenário de alta competitividade e instabilidade econômica como o atual é o de encontrar o melhor custo-benefício para cada atividade exercida pela empresa. Ter o menor custo possível obtendo maior qualidade do serviço é uma meta comum às organizações.

É nesse sentido que a terceirização de mão de obra ganha destaque, sendo uma tendência de mercado que traz diversos benefícios para as empresas que adotam esse modelo de trabalho. No entanto, para decidir entre ter os serviços terceirizados ou trabalhar com uma equipe interna, é preciso avaliar uma série de fatores, como as necessidades e objetivos da organização naquele momento, e entender como funciona a terceirização.

Se você tem dúvidas sobre o que vale mais a pena para o seu negócio, confira as dicas a seguir!

Terceirização de mão de obra x Equipe interna

A terceirização, principalmente com a nova lei da terceirização, deverá tornar-se cada vez mais frequente nas empresas de todos os portes. Além de reduzir custos, esse tipo de estrutura possibilita, ainda, que as atividades-fim do negócio sejam mais bem desempenhadas, já que o foco é totalmente direcionado.

Uma das grandes vantagens da terceirização de mão de obra é que ela possibilita maior flexibilidade na contratação de serviços, tendo em vista que é possível contar com vários prestadores de serviço de qualidade sem a necessidade de montar toda uma estrutura interna, que seria dispendiosa.

Por este motivo, os custos da terceirização são bastante reduzidos, uma vez que, quando se opta por contratar uma equipe externa, não existe necessariamente a obrigatoriedade, por parte da organização, de seguir as condições desvantajosas impostas para sua área, por exemplo através de convenções sindicais específicas. O valor pago é para a empresa terceirizada, que, por sua vez, repassa os valores aos funcionários, o que acaba promovendo um melhor equilíbrio econômico para a organização, além da otimização de seus recursos.

Se no trabalho terceirizado o custo é minimizado, já que a empresa contratada se encarrega de encargos trabalhistas, com a equipe interna esse gasto pode pesar bastante, já que é integralmente da empresa.

Além disso, caso haja mudanças de mercado ou na carteira de clientes e não seja mais necessário o serviço do empregado inserido em uma estrutura interna, a dispensa pode apresentar um custo bem elevado, diferentemente do trabalho terceirizado – onde basta rescindir o contrato, o que acontece, em geral, sem ônus.

Outro ponto positivo da terceirização diz respeito à especialização da mão de obra. Ao contratar um serviço terceirizado, a empresa está contratando profissionais qualificados e especializados na área especifica. Com isso, a contratante não precisa se preocupar com treinamento e capacitação dos funcionários, pois eles já chegarão prontos para realizar suas atividades.

Por exemplo, ao invés de ter um setor de TI dentro da empresa, contratar uma empresa especializada na área pode ser algo bastante positivo, uma vez que haverá um atendimento de profissionais qualificados e sempre atualizados em sua função.

As dúvidas referentes à terceirização de mão de obra

Apesar de oferecer grandes vantagens, a terceirização ainda gera dúvidas para muitas empresas que estão pensando em contratar serviços terceirizados, desde como estimar a necessidade de mão-de-obra até os riscos envolvidos, se houver algum.

Por isso, é preciso fazer uma análise sobre quais são os seus objetivos, suas necessidades e sua estrutura organizacional para poder optar por esse modelo, e discuti-lo com empresas que tenham muita experiência em oferecer este serviço no mercado.

Com a terceirização de mão de obra é possível ocorrer, por exemplo, dificuldade de comunicação, seja devido ao distanciamento de locais de atuação, seja porquê muitos desses profissionais não estão na empresa em tempo integral.

Empresas terceirizadas que têm um processo específico para tratar este desafio devem ser consideradas. Além disso, apesar de uma cobrança de resultados diretamente da empresa prestadora de serviços, o controle das atividades dos terceirizados é mais reduzida, daí a importância de um contrato com níveis de serviços bem definidos. Neste sentido, o setor de RH – em geral o departamento contratante – assume um papel estratégico, garantindo as condições para que os serviços terceirizados sejam bem integrados à dinâmica da organização e alcancem todo o seu potencial produtivo.

É importante reforçar também que esses problemas podem ser reduzidos e até mesmo anulados com a contratação de uma prestadora de serviços terceirizados habilitada, com muita experiência de mercado e com vivência nesta frente de trabalho: desde a seleção e treinamento dos profissionais até a gestão de pessoal. Com um controle profissional de todo o processo, a terceirização de mão de obra dentro de uma empresa é feita de forma natural e sem impactos negativos para equipe ou para o negócio.

Você gostaria de discutir sobre o que vale mais a pena terceirizar para a sua empresa? Entre em contato e fale com um de nossos especialistas. Podemos ajudar você a analisar os benefícios que a terceirização pode gerar.

Postagens recentes

Deixe um comentário